Retrato Escrito

Não tenho muito o hábito de escrever neste podcast. Sou um forte adepto da mensagem falada, mas de vez em quando, um texto ajuda a quebrar o silêncio.

Como todos vocês bem sabem, a minha paixão pela fotografia e pelo estilo de vida da expressão artística, me impulsionam a gravar estes programas. A lutar contra todas as dificuldades do dia-a-dia, para estar compartilhando com o maior número de pessoas possível. Quero que muitos mais  possam também, experimentar esta grandiosa forma de ver o mundo. “De ver a luz!”

Mas como na vida nem tudo são flores… Infelizmente, logo depois de ter publicado o último episódio, o de fim de ano, foi descoberto um câncer de pâncreas em minha mãezinha. Da noite pro dia tudo se transtornou, exames dos mais complicados e dolorosos, internações, opiniões de diferentes médicos, possível transferência para outro hospital à 100 milhas de distância. E finalmente a cirurgia de retirada de tumor… o mundo parou por quase 6 horas… pelo menos pra mim parou.
Como muitas vezes falei no podcast, a vida é muito frágil e as lembranças fotografadas são um tesouro inestimável.
Lembrei da vez em que fui visita-la filmando todo o percurso do caminho de sua casa, e a surpreendi quando abriu a porta e me viu com a câmera em punho. Hoje escrevo do quarto do hospital depois de 18 dias na UTI, todos os filhos têm se revesado aqui com ela. Hoje o privilégio de ficar até a meia-noite, foi meu.
Aqui no hospital não estou fotografando ou filmando, apenas acompanhando… apenas parando tudo… apenas fazendo o que posso, quase nada… mas mesmo assim o privilégio é meu.

Hoje vejo os melhores ângulos do rosto de minha mãe, mas apenas contemplo. Procuro ver de onde vem a luz, mas só para aprecia-la  ainda melhor. Essa mulher forte, mãe de duas mulheres e cinco homens. Mulher de fibra que quando perdeu um filho, ainda sim, teve força para cuidar do outro que havia sobrevivido ao acidente. Serva de Deus, mulher de fé… muita fé, que à mantem viva lutando aos quase 84 anos de idade.

Com a fotografia aprendi a ver melhor, e com esta mulher a ser uma pessoa melhor.

Amigos do podcast, em breve estaremos falando sobre fotografia outra vez, mas hoje estou parado. Sendo o melhor fotógrafo que consigo ser…

Grande abraço pra todos,

Marcos Barbosa.

Mãezinha

p.s.:Abracem os seus queridos enquanto estão ao seu lado.

4 thoughts on “Retrato Escrito

  1. George Browne

    Marcos ! éssa luz maravilhosa que faz a diferença numa foto…é a mesma que vem do trono da graça e que está disponível a nós,atravéz dessa comunhão com Jesus,,,eestarei acrescentando meu grão orando pela sua “Mommy”Precioso tesouro que nos trouxe de Deus a esse mundo,para que compartamos a luz nos corações ,com nossas atitudes,com a palavra viva de Deus ,com nossa arte da estética da imagem.Amigo interessante é que sou apaixonado por fotografia ,tenho sobrevivido estou no 3 semestre da faculdade de fotografia e não sei nada.” de repente ainda não decolei ,assimilei a essência de focar,não conjugo as aberturas com sabeduria,um desastre ,mas não desisto,sou um jovem de 60 anos apaixonado pelos “big Rigs” aos quais dirigi na América por mais de 25 anos.Estaremos unidos nessa corente de Fé ,clamando a Deus que nos conceda a restauração da sua Mãe

    Reply
    1. Marcos Barbosa Post author

      Caro amigo,
      agradeço profundamente as suas palavras de incentivo e encorajamento. Bom saber que outros irmãos na fé também estão em campanha, lutando a mesma luta em intercessão, nos ajudando na batalha. Hoje à tarde minha mãe estará sofrendo outra intervenção cirúrgica, de mesma gravidade e risco que a anterior, só que agora bem mais debilitada. Precisamos de um milagre…
      Obrigado mais uma vez,
      grande abraço,
      Marcos.

      Reply
  2. Gabriel Cruz

    Poxa Marcos, que triste notícia.
    O retratismo podcast foi o primeiro sobre fotografia que ouvi. Comecei no meio de 2013 até o final e ouvi todos. Passei a me sentir um membro da família. Admiro muito o seu trabalho, sua força e suas fotografias, claro. Te desejo de coração muita força e perseverança. Muita saúde pra vc e seus familiares, principalmente sua maezinha.

    Um grande abraço.
    Gabriel Cruz

    Reply
    1. Marcos Barbosa Post author

      Obrigado Gabriel, a vida é assim mesmo, as vezes prega umas peças na gente. Mas graças a Deus minha mãe está bem melhor, depois de 45 dias no hospital, já voltou pra casa e esta recuperando bem. A minha rotina ainda está drasticamente alterada em virtude das novas demandas, mas já estou planejando a volta do podcast.
      Em breve estaremos de volta com força total!
      Grande abraço,
      Marcos Barbosa.

      Reply

Mande um comentário ou pergunta!!!!